Jesus acalma meus passos

Senhor!

Sinto aceleradas as batidas do coração, a mente agitada e excessiva tensão muscular. Essa ansiedade extrema provoca em mim enorme sofrimento, acompanhado da sensação de que não vou suportar tamanha inquietação interna.

Senhor!

Em meio às confusões do dia-a-dia, ensina-me tranquilidade, pois preciso encontrar quietude em minha intimidade. Sei, Mestre, que a casa mental perturbada reage diretamente com o corpo somático, e o sistema imunitário torna-se gradualmente mais vulnerável e propenso às doenças.

Às vezes parece que jamais conseguirei descansar. Não compreendo de onde vem e para onde vai esse abalo que me consome, o qual temo que nunca possa terminar.

Ensina-me como serenar meus passos, Senhor, porque muitas vezes corro desesperadamente, passando os olhos de forma rápida por coisas essenciais. Vejo as pessoas de forma supérflua e passageira, acho que não tenho tempo para parar, não tenho tempo para dar tempo ao tempo. E toda essa ansiedade me torna desatento.

Inspira-me o hábito da observação atenciosa, pois isso melhora o meu desempenho cognitivo-emocional. Em algumas circunstâncias, não percebemos o que os olhos veem e, em outras, notamos o que os olhos não viram diretamente. Esse fato só pode ser entendido pela complexidade e interatividade dos processos cognitivos e/ou espirituais, como atenção, percepção físico astral e memória presente e passada.

Orienta-me como apaziguar meus passos, Cristo de Deus, para que eu possa perceber a “síndrome da pressa” que tomou conta de minha vida, doença psicológica causada pelo ritmo frenético em que eu vivo atualmente. Esse sintoma patológico tem como causa o aumento excessivo de ansiedade.

Impulsiona-me à prática diária da meditação, uma capacitação integradora da mente que permite controlar os pensamentos sem esforço e promove um “estado de alerta descansado”, que favorece um alto grau de consciência e lucidez.

Mostra-me como acalmar meus passos, Senhor, visto que em muitas circunstâncias eu me sinto incapacitado até de balbuciar a mais breve oração. Sempre acreditei que o ato de fazer “tudo rapidamente” fosse sinônimo de mais eficiência, e de melhor habilitação.

Encoraja-me á renovação de conceitos. Que eu possa aderir a novas ideias ou concepções, e não que eu tente interpretá-las ou entendê-las como auxílio a velhas ideias. Que não fique preso ao passado, deixando de crer que possam existir novas maneiras de viver, pensar e agir.
Incentiva-me a aquietar meus passos, Senhor, pois a sensação de estar irritado ou com “os nervos à flor da pele” me consome. O cansaço e a fadiga tomam conta do meu mundo íntimo; tenho dificuldade em concentrar-me e uma impressão constante de “falha da memória”.

Ajuda-me a desenvolver a auto-observação, para que eu possa examinar meu atos e atitudes inadequadas e, a partir daí, não continuar atraindo energias desconexas que me descontrolam o cosmo orgânico.

Aconselha-me como amainar meus passos, Senhor, e ampara o meu repouso – o refazimento durante o sono. Auxilia-me a me preparar bem para o ato de dormir todas as noites, lembrando-me sempre que, enquanto dorme meu corpo, eu Espírito, adentrarei no verdadeiro mundo e irei aos lugares que elegi como meu tesouro.

Ensina-me a viver o momento presente. Tenho pensamentos voltados para o passado e outros para o futuro, e como não tenho meios de saber o que virá e nem posso mudar os eventos idos, vivo em constante apreensão e receio. Penso: e se eles voltarem a se repetir em minha vida?

Explica-me como aplacar meus passos, Senhor, para que eu não acredite que tudo está perdido e sem sentido, para que eu possa valorizar a vida simples, que é o equilíbrio entre o acelerado e o vagaroso. Porquanto quem vive de modo complexo não se detém no óbvio, não refreia os passos, não sente o próprio ritmo, e sim o imposto pela sociedade.

Senhor!

Não permitas que a ansiedade me coloque à margem da vida. Antes, que eu aprenda com ela e que dela eu seja capaz de retirar o meu aprimoramento...

Que assim seja!

Referências
Autor: 
Hammed